sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Intercapítulo refletiu sobre Colaboração

Colaboração continental: será uma utopia? 
Ou é um valor e uma possibilidade de crescimento? Estas duas interrogações nos atormentaram hoje, nos trabalhos de grupo para a avaliação da colaboração continental. Nestes anos, as Circunscrições deram alguns passos na colaboração, seja no apostolado como na formação, experimentando a vantagem da abertura e do conhecimento entre as irmãs do mesmo Continente.

As iniciativas de colaboração foram diversas e interessantes, mas não faltaram dificuldades, sobretudo pela diversidade de línguas, as distâncias e as mentalidades diferentes. Entre momentos de desânimo e fortes retomadas, a colaboração é, de toda forma, uma realidade

A avaliação evidenciou os pontos fracos e os obstáculos. Dialogamos sobre a forma de melhorar o caminho conjunto nas formas e na organização, esclarecendo as responsabilidades, os critérios de ação, os aspectos concretos. Ficou uma certeza: não podemos renunciar às formas inteligentes de colaboração, para aprender umas das outras e partilhar experiências, ideias e materiais de apostolado.